NOTÍCIAS

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC 133/2-19) ou “PEC paralela da Previdência”, como vem sendo chamada, visa a todo custo, facilitar a inclusão de estados e municípios na proposta da reforma da Previdência. A medida está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, e deve ser votada agora em novembro e é considerada uma ameaça aos servidores públicos, pela perda da garantia de direitos.